Domingo, 26 de Fevereiro de 2006

O MOLEIRO

O Moleiro

Vai o moleiro enfarinhado

Terminada a jornada de um dia

E vai o seu burro carregado

Com o leve peso da maquia.

 

Roda sem descanso a sua mó

Que em farinha, transfigura o grão,

De onde vai nascer o fino pó

Que um dia há-de vir a ser pão.

 

Subindo as veredas do outeiro,

Na companhia do seu jumento

Lá vai solitário, o moleiro,

 

À noite, quando adormece só

Voa p'ra longe, o seu pensamento

Solto do rodar da sua mó.

F. Januário

publicado por João Chamiço às 23:57
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Anónimo a 27 de Fevereiro de 2006 às 21:34
Quanto maior são as dificuldades a vencer,maior será a satisfação.Já dizia (Cicero).Fica um grande beijo de admiração pela poesia e pelo homem.Maria João
(http://omeuolhar.blogs.sapo.pt)
(mailto:arcoiris.2005@hotmail.com)

Comentar post

.mais sobre mim

.Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. O HOMEM VELHO

. À JANELA

. QUEM DERA, QUEM DERA

. ESPELHOS TEUS

. PIROPO

. BRISA

. FLORES DE AÇORES

. ZECA AFONSO - SANTIAGO DE...

. JOGOS FLORAIS DE AVIZ 200...

. JOGOS FLORAIS DE ALMEIRM

.arquivos

. Novembro 2014

. Agosto 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Outubro 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Agosto 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

.links

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds