Terça-feira, 10 de Março de 2009

SONHA COMIGO

Pediste-me que contigo sonhasse

Mas os sonhos a dormir sonhados
Não obedecem ao nosso sentir.
Se em todos nossos sonhos se mandasse
P’ra além dos que sonhamos acordados,
Moravas em sonhos meus de dormir.
 
Nem sei, se em sonhos de dormir sonhei
Esses sonhos reais que desejaste
Para neles contigo me encontrar.
Só sei que de manhã quando acordei
Não sei se foste tu que me acordaste
Mas era em ti, que estava a pensar!.
 
Depois, os sonhos sonhados de dia
Em quantos devaneios se cimentam
Transpostos para dimensões reais!
Oh quanto me sustenta a fantasia
Tal como estes versos me alimentam
E às vezes me ferem como punhais.
 
2009-03-10
João Chamiço
publicado por João Chamiço às 23:56
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De Anónimo a 11 de Março de 2009 às 14:30
Ainda bem que há quem tenha sonhos felizes e os cante. O que, infelizmente, não acontece com toda a gente, como por exemplo:

Canção triste:
http://abrigo.no.sapo.pt/
De João Chamiço a 11 de Março de 2009 às 21:17
Fico sem dúvida muito grato a quem por aqui passa e se dá ao trabalho de deixar um comentário. Bem haja!!!
De João Chamiço a 16 de Março de 2009 às 22:39
Não são apenas sonhos bonitos aquilo que me impele a escrever. Temas tristes é o que não falta por aí. Nem sequer precisa, infelizmente, de procurar muito. Aqui mesmo neste blog é fácil treopeçar aqui e ali em temas que são apenas pesadelos e não sonhos. É pena mas é a realidade deste mundo cão. Valha-nos essa réstia de alguma ainda que diminuta capacidade de sonhar. Grato pelo comentário. Volte sempre.
De tn a 14 de Março de 2009 às 23:46
João:
Tenho mesmo de sonhar consigo?
Não, pois não?
Desculpe lá, mas é que gosto muito de sonhar com o ....
De João Chamiço a 15 de Março de 2009 às 10:19
Olá. Ningém tem de sonhar com ninguém. Os sonhos da noite não os controlamos, mas eles podem ser algumas vezes o reverso clandestino daqueles que "sonhamos" quando acordados. Acontece-nos acordar sem o minimo resquicio dos sonhos sonhados na noite e ficarmos supresos por despertarmos com o pensamento fixo em algo ou em alguém, talvez inatingível. Porém, os nossos sonhos ainda não pagam impostos e as finanças não os podem penhorar. Sonhemos então, enquanto houver em nós essa capacidade.
Grato pelo comentário deixado e um bom fim de semana.
P.S. Já retribuí a visita e vou repetir!!!

Comentar post

.mais sobre mim

.Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. O HOMEM VELHO

. À JANELA

. QUEM DERA, QUEM DERA

. ESPELHOS TEUS

. PIROPO

. BRISA

. FLORES DE AÇORES

. ZECA AFONSO - SANTIAGO DE...

. JOGOS FLORAIS DE AVIZ 200...

. JOGOS FLORAIS DE ALMEIRM

.arquivos

. Novembro 2014

. Agosto 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Outubro 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Agosto 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

.links

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds