Terça-feira, 6 de Maio de 2008

PALAVRA MULHER

                              

(Imagem da net)

Abra-se um livro de poesia

Ao acaso num poema qualquer,

E talvez, ainda que por magia,

Conste nele a palavra mulher.

 

Mas essa, pode não ser afinal

A palavra que mais entoa,

Nesse poema circunstancial

Dessa página aberta à toa.

 

Talvez mãe, seja a forte razão,

Ou ainda, razão maior seja só,

Se a palavra lá não estiver;

 

Uma propositada omissão

De quem escrevendo; mãe, filha e avó,

Quisesse apenas escrever: Mulher!

João Chamiço
publicado por João Chamiço às 00:53
link do post | favorito
De Maria João Brito de Sousa a 9 de Maio de 2008 às 01:40
Magnífico poema! O tal poema prometido...
O Poeta em ti é bem forte! E a imagem que escolheste para o ilustrar é de uma indizível beleza!
Sabes, já consegui libertar 1 Giga de memória e fazer uma boa desfragmentação. tudo quanto é ficheiro está em CD e só tenho os programas essenciais para dar assistência ao poetaporkedeusker.
Um abraço e obrigada pela parte que me toca desse belo soneto.
De João Chamiço a 9 de Maio de 2008 às 22:31
Magníficos, magníficos, são os vossos magníficos comentários.

Grato pela vossa bondade.

P.S. Acho que esta noite vou escrever um poema triste, eu que não gosto de escrever poemas tristes, tenho um triste mote bem real a atormentar-me o peito. Hoje mesmo tive de me separa para sempre do meu vetusto.
Era velho e doente mas estava presente. Agora, há em mim um lugar vazio impossível de preencher.

Um abraço.
De Maria João Brito de Sousa a 10 de Maio de 2008 às 01:25
Lamento, João. O teu vetusto era cão ou gato?
De João Chamiço a 10 de Maio de 2008 às 01:28
Já vais perceber!
De Maria João Brito de Sousa a 10 de Maio de 2008 às 01:33
OK! Fico a aguardar.
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. O HOMEM VELHO

. À JANELA

. QUEM DERA, QUEM DERA

. ESPELHOS TEUS

. PIROPO

. BRISA

. FLORES DE AÇORES

. ZECA AFONSO - SANTIAGO DE...

. JOGOS FLORAIS DE AVIZ 200...

. JOGOS FLORAIS DE ALMEIRM

.arquivos

. Novembro 2014

. Agosto 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Outubro 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Agosto 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

.links

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds